Wet_Wet_Wet/Love_Is_All_Around_Me






















Links

:: UOL - O melhor conteúdo
:: BOL - E-mail grátis

Votação

Dê nota p/ meu blog

::Indique esse Blog

09/07/2006 a 15/07/2006

Visitas

Créditos



Você sabe o que é Berne?

Os bernes são larvas de moscas que se desenvolvem no tecido subcutâneo de animais, sendo comum o seu aparecimento em pessoas. Também é considerado uma miíase (proliferação de larvas de mosca em tecido vivo), mas é diferente da bicheira, nesta última, várias larvas de mosca se desenvolvem e se alimentam de tecido vivo, caminhando pelas regiões circunvizinhas, causando grandes "crateras" sob a pele. O  berne é uma única  larva que se desenvolve no local e a lesão e fica apenas no local por onde entrou.

A mosca do "BERNE"  deposita seus ovos em uma outra espécie de mosca, e quando esse inseto pousa sobre os pêlos do animal, as larvas imediatamente se saem do  ovo, caminham pelos pelos do seu animal, vão até a pele, fazem um furinho (por onde vão respirar depois) e entram, ali ela se desenvolve e cresce.

As larvas são recobertas por pequenos espinhos, por isso seu animal sente dor.

 

::Postado por Má Oliveira às 18h13
::
:: Enviar esta mensagem

VÔMITOS E DIARRÉIAS

Causam desidratação e podem matar seu animalzinho.

Possíveis Causas de Vômito:

Dor forte no addomem: podem ser problemas renais ou hepáticos.
Intoxicações: por exemplo: i
nseticidas ou anti-pulgas inadequados
Virus e bactérias
: cinomose, parvovirose, infecção uterina, etc.
Com o vomito seu animal pode desidratar pois não absorve água suficiente para o seu organismo e também perde muito ácido, que deixa ele fraquinho.

Possíveis Causas da DIARRÉIA:

Vermes; Viroses; Intoxicações; Estresse; Alimentação alterada bruscamente

A diarréia desidrata, o animal, muito rápido.

Nestes casos não dê comida ao animal, deixe o organismo se restabelecer, pelo menos por 24 horas.

Verificando a desidratação: puxe a pele do animal na lateral do abdômen ou um pouco abaixo do pescoço, se a pele demorar a voltar, o cão está desidratado. Se não voltar, a desidratação é grave e o animal pode estar correndo risco. Leve-o ao veterinário imediatamente.

Hidratação: se não puder levar o cão ao veterinário, dê  soro caseiro, em pequenas quantidades, várias vezes ao dia, como fazemos com as crianças, mas se ele vomitar, pare na hora e não de mais.

Receita de Soro Caseiro:

200ml de água fervida ou filtrada (1 copo)
1 colher de sobremesa de açúcar
1 pitada de sal
 

::Postado por Má Oliveira às 17h57
::
:: Enviar esta mensagem

Saúde do Beija-flor
 
É comum quando gostamos de passáros, colocar água com açúcar para eles, nos bebedouros.
Sabem que ISSO MATA O BICHINHO ???

Deixem- me explicar melhor: 
o açúcar em contato com
a água forma um fungo que traz doença- tipo um câncer no biquinho do beija- flor!!!!!

A saída é comprar Thrill ou assemelhados, como o Néctar que é vendido em agropecuárias, 
que já vem adoçado apropriadamente, garantindo, desta forma, a saúde do bichinho!
O pacote dura umas 2 ou 3 semanas dependendo da quantidade de bebedouros que vc tiver..
 
Além do mais vc pode deixar a solução lá por 5 dias sem problemas, enquanto que a água
com açúcar tem que ser trocada diariamente.
O bebedouro deve ser fervido e muito bem limpo para não matar o beija- flor.

O que achei mais impressionante é que NINGUÉM SABE disso, então, queridos, por favor,
divulguem a informação pois é muito triste as pessoas que adoram cuidar de beija-flor
acabarem provocando sua morte..:


Beijos de quem AMA pássaros (SOLTOS)
 
Recadinho da : ©© Dária Elias ©©

::Postado por Má Oliveira às 17h04
::
:: Enviar esta mensagem

O que é Coprofagia?

São os casos em que os cães comem  fezes. Eles se estimulam com o sabor e o odor das fezes e passam a come-las.
Esse comportamento pode gerar doenças, no caso das fezes conterem
vermes, bactérias ou vírus. Por isso tal comportamento animal deve ser tratado e modificado.
Primeiro é preciso saber o por que do animal estar agindo assim.

Se for por doença, deve ser tratada, se for comportamental deve ser corrigido.

Pode ocorrer por questões:

- Hereditárias

- inflamação aguda ou crônica do pâncreas ( pancreatite )

- distúrbios da nutrição,

- infecções virais ou parasitárias

- reação medicamentosa

- entre outras causas.

Tratamento: sempre deve ser acompanhado por um profissional (veterinário), nos casos mais simples é feito com suplementação oral de enzimas digestivas e  dieta balanceada.

Se for comportamental:

-  ele deve depositar suas fezes longe do local onde dorme, evitando que “limpe” seu dormitório

- de brinquedos ao seu cão, ele pode estar entediado e passa a brincar com as fezes para se distrair.

-  o  cão gosta de chamar a atenção do seu dono, por isso quando ele for surpreendido com fezes na boca, ignore-o

IMPORTANTE: não bata no seu cão, por causa disto, ele pode estar doente e se for comportamental, pode entender que conseguiu chamar sua atenção e passar a ser ato repetitivo.

::Postado por Má Oliveira às 09h33
::
:: Enviar esta mensagem

Dirofilariose ("verme do coração")

É uma doença causada por um verme que se desenvolve dentro do coração dos cães,podendo atingir até 35 cm de comprimento, obstruindo  à passagem do sangue, forçando o coração a trabalhar mais e com mais força.

Isto levará, com o tempo, ao enfraquecimento do músculo cardíaco que dilatará, levando a perda de peso, cansaço, tosse, desanimo, dificuldade respiratória, aumento abdominal.

Com surge: através de picada de mosquito infectado, levando 180 dias para transformar em larva adulta.

Sintomas: Podem levar anos para aparecerem, surgindo apenas quando a doença já está em estado avançado.

Deve ser consultado um veterinário sobre a necessidade do seu cão fazer um tratamento preventivo, isto dependerá muito da região onde você vive.

::Postado por Má Oliveira às 09h33
::
:: Enviar esta mensagem

O maior responsável pela obesidade do nosso animalzinho somos nós mesmos. Exageramos na ração que damos e também nas bolachas e outras goluseimas.

Os animais devem alimentar-se apenas de ração e da que for adequada a sua idade, assim obterão os nutrientes e vitaminas que necessitam.

Por exemplo, o cão idoso deve receber uma alimentação adequada a sua idade, diferente dos filhotes, que contém nutrientes totalmente diferentes. Isso também deve ser observado no caso da fêmea gestante (ração rica em cálcio).

 

Conseqüências do cão obeso:

a) a coluna vertebral, do seu animal acaba sofrendo muito, pois é mais exigida;

b) eczemas e outros problemas de pele; 

c) fadiga excessiva, seguida de  sonolência exagerada;

e) problemas ósseos e circulatórios

f) reumatismos e  hérnias;

 

Raças mais atingidas:     Labrador;    Cocker spaniel ingles,     Dachshund,  Beagle e    Basset

 

Solução:

a)     consultar um veterinário (pois o problema pode ser hormônios);

b)     ofertar ração como indicado pelo fabricante, com horários certos para alimentação;

c)      se for o caso alterar para ração  light;

d)     não ofertar petiscos que não sejam próprios para animais;

e)     passear mais com seu animal e praticar outros exercícios;

::Postado por Má Oliveira às 09h32
::
:: Enviar esta mensagem

Os filhotinhos, após  45 dias de vida, devem ser levados ao veterinário, para exames  completos.

Ele terá que tomar vermífugo, cálcio e vitaminas.

As vacinas são:

  • 1° dose  até 2 meses de idade (a partir dos 45 dias de vida)
  • 2° dose  - 21 após a primeira dose;
  • 3° dose  - 21 dias após a segunda dose;
  • 4.ª dose – 21 dias após a terceira dose

Raças, como Rottweiler e Doberman podem requerer  uma ou duas doses a mais que o esquema padrão pela maior sensibilidade destas raças a determinadas doenças.

A  vacina V-8 protege contra:

a)     Cinomose,

b)     Coronavirose,

c)      Parvovirose,

d)     Hepatite,

e)     Adenovírus Tipo 2,

f)        Parainfluenza 

g)     Leptospirose (2 tipos). Essa  doença  também pode nos infectar, por isso essa vacina  é tão importante quanto a anti-rábica.

 

Após serem vacinados, podem ficar sonolentos, doloridos.

Seu amigão só estará protegido TOTALMENTE, 10 dias após a última dose de V8, até lá evite  passear em calçadas e freqüentar locais aonde vão muitos cães, como Pet Shops e Banho-tosa.

A V-8 e Anti-rábica, devem ser repetidas todo ano

::Postado por Má Oliveira às 09h31
::
:: Enviar esta mensagem

PARVOVIROSE:

É a mais “famosa” virose e a mais contagiosa entre os cães domésticos, atinge principalmente cães filhotes, pois ainda não desenvolveram  suas imunidades.

Atinge de forma fatal cães jovens, os de raça pura, animais mais fracos ou aqueles debilitados por verminoses.

 

Atinge o estômago, intestino, fígado, gerando:

a)     febres altas até de 41 graus;

b)     sonolência excessiva;

c)      falta de apetite;

d)     vômitos;

e)     pode ocorrer tosse;

f)        olhos inchados ou conjuntivite.

g)     fezes de aspecto esbranquiçada ou cinzenta, com manchas de sangue.

 

Tratamento:

Consulte um veterinário, ele irá aplicar medicamentos com base em  glicoses;

vitamina C, Vitamina B6  e antibióticos.

Concluído o tratamento todos os locais por onde o cão tenha transitado deverá ser desinfetado com Amônia Quaternária (quintal, dentro da residência, ou qualquer outro espaço por onde ele tenha passado, pois acabamos levando na sola dos sapatos a contaminação até onde ele estará agora).

  

A vacina contra esta terrível doença é aplicada em filhotes e  os cães devem ser revacinados anualmente.

Mantenha a administração de vermífugo  sempre em dia, isto ajuda a saúde de seu animal, livrando-o de diversas doenças.

::Postado por Má Oliveira às 09h31
::
:: Enviar esta mensagem

CINOMOSE:

Atinge os cães de forma muito aguda e contagiosa.

Sintomas:

a)      febre;

b)      catarro;

c)      erupções cutâneas (descamação da pele);

d)      infecções secundárias;

e)      vômitos;

f)        diarréia catarral (pode evoluir para ulcera, dando origem ao surgimento de sangue nas fezes e vômitos);

g)      encefalite (se o animal sobreviver ficará com um “tique nervoso”)

h)      falta de apetite;

i)        buscam lugares escuros e silenciosos e sente tremores;

j)      conjuntivite (podendo chegar a ulcera de córnea);

 

 Agravantes:   animal fraco e mal alimentado e  SEM USO REGULAR DE VERMIFUGO;

Concluído o tratamento todos os locais por onde o cão tenha transitado deverá ser desinfetado com Amônia Quaternária (quintal, dentro da residência, ou qualquer outro espaço por onde ele tenha passado, pois acabamos levando na sola dos sapatos a contaminação até onde ele estará agora). Só a vacinação pode prevenir o surgimento desta doença. Por isso vacine seu animal e revacine-o anualmente.

::Postado por Má Oliveira às 09h30
::
:: Enviar esta mensagem

ALIMENTAÇÃO

    Até, aproximadamente, a sexta semana de vida, os filhotes de cães, devem alimentar-se apenas do leite materno, após este período ele deve receber  ração própria para filhotes, a qual deve ser ofertada a eles, no mínimo, cinco vezes ao dia.

-         mais de 90 dias: 4 refeições diárias;

-         de 6 meses a 1 ano: 3 refeições diárias;

-         após 1 ano, no mínimo 2 refeições diárias;

 

As refeições têm que ter horários fixos e após o cão se alimentar retire as vasilhas, isso o ensinará que tem horário para comer.


Escolha a ração em conformidade com a idade do seu animal e respeite as recomendações do fabricante quanto as quantidades a oferecer e o modo de prepará-la.

Não de ao seu animalzinho doces, farináceos (bolacha, pão, etc.), polenta, salsicha, presunto, salame,  comidas gordurosas ou muito temperadas.  Estes alimentos prejudicam a digestão e a pelagem, além de afetarem os dentes, gerando tártaros.

::Postado por Má Oliveira às 09h30
::
:: Enviar esta mensagem